Pantanal

Pantanal

Porto Jofre, Mato Grosso, Brasil 08-2017 Viagem para Porto Jofre e cercanias do Pantanal Norte. Imagens: ©Fernando Martinho.
  • Geral
  • Atrativos
  • Onde se hospedar

O Pantanal está intimamente ligado à pesca, o principal atrativo turístico da região. Mas não é só de pesca que vive o turismo da savana brasileira, a maior planície alagável do Mundo.

Com cavalgadas, passeios de barco, observação de aves e passeios noturno, o Pantanal é o destino ideal para quem procura mais contato com a natureza exótica e animas vistos somente nessa região. Realmente, parece um safári na África, mas é aqui no Brasil.

No mês de abril o Pantanal entra no período da seca, que se estende até setembro. É incrível! As árvores florescem, os animais descem à planície para se alimentar e o ambiente fica com um ar de primavera.

Em outubro já começam as chuvas que só param em março. É lindo também! Uma boa época para quem quer passear de barco pelos rios e fugir do ar às vezes um tanto seco.

Confira os atrativos do Pantanal e onde se hospedar!

Safari pela Estrada Parque Pantanal

São pelo menos 4 horas de pura imersão na natureza. Ao longo de 120 km, entre as cidades de Corumbá e Aquidauana, você vai ver aves, tamanduá-bandeira, tamanduá-mirim, veados, macaco e quem sabe até uma onça-pintada. O melhor é fazer o percurso com um guia especializado que poderá fornecer muito conhecimento local e sobre a fauna. Se preferir fazer o passeio sem acompanhamento, alugue um bom carro, 4x4 de preferência para não ficar atolado no meio da estrada, no período de chuva. É legal começar o passeio bem cedo para fazer o passeio com a calma que a natureza pede.

Passeio de Barco

Com tantos rios e espécies aquáticas é imprescindível um bom passeio de barco pelo Pantanal. Não faltam opções, de canoas a lanchas luxuosas, você escolhe a melhor forma de curtir esse passeio. É interessante ir com um barqueiro que conheça bem a região para te falar das maravilhas que vivem por lá. Uma vista inesquecível será o duplo pôr-do-sol, quando refletido na água parece que tudo se transforma em céu.

Cavalgada Pantaneira

Quer viver um pouco mais da cultura local? Dê um passeio instigante de cavalo pelos Pântanos, áreas alagadas e sinta-se cada vez mais imerso nessa natureza que sempre surpreende com a vasta diversidade.

Focagem Noturna

Muitos animais que vivem no Pantanal têm hábitos noturnos, o que gerou um grande atrativo ao fazer turismo na região. A observação de animais de noite ou mais conhecida como focagem noturna, permite encontrar animais não vistos durante o dia ou observar outros hábitos dos animais. Esse é o momento perfeito para procurar onças, corujas, jacarés e lobinhos. Sem contar no céu maravilhoso que uma noite no Pantanal vai te proporcionar.

Pesca Esportiva

A mais procurada pelos turistas e pescadores amadores é a pesca de piranhas. Mas não é só de piranhas que se faz uma pescaria. Entre os principais peixes da região estão o Jaú, Cachara, Dourado e o Pintado. Você pode alugar barcos, ou ir em uma excursão de pesca. Vai ser incrível!

Observação de Pássaros

Claro! Com tantas aves no Pantanal, um momento apensa para observá-los é indispensável. São mais de 450 espécies vivendo na região, além do símbolo pantaneiro, o imponente Tuiuiu.

Workshop de Astronomia

Com um céu de tirar o chapéu, nada como uma aula de astronomia a céu aberto, em um lugar com um dos céus mais limpos e estrelados do Brasil. Pelo telescópio é possível observar as mais pequenas estrelas e diversos planetas.

Atravessar a Transpantaneira

Uma outra forma de fazer um safári pelo Pantanal, ideal para quem tem poucos dias para aproveitar. São apenas 45 km e fica no Pantanal norte, em Poconé. No período da manhã e no fim do dia, são os melhores horários para ver os animais. Assim como na Estrada Parque, é imprescindível um carro 4x4 durante o período das chuvas.

Trilha Pôr-do-sol do Paxixi

Em Aquidauana, essa trilha te fará ter vistas magníficas e fotos com o pôr-do-sol mais belo da região. A trilha pode ser feita de carro ou a pé, mas pequenos carros não chegam até o topo do mirante. A subida é íngreme, mas nada impossível. São 40 minutos de caminhada e 15 minutos de carro.

Bonito

Se você tem tempo e disposição, vale a pena dar um pulo em Bonito, afinal são só 150 km de Aquidauana. Com paisagens deslumbrantes e mergulhos inesquecíveis, vale sim a pena uma visita!

O Pantanal tem uma grande extensão, por isso é bom definir bem os passeios e hospedagem antes de embarcar nessa.

O Pantanal Norte abrange as cidades de Cáceres e Poconé e é ideal para quem quer aproveitar a cultura local ou fazer uma boa pescaria,

Para quem prefere fazer os passeios mais tradicionais do Pantanal é bom se hospedar na área Sul, nas cidades Corumbá ou Aquidauana, são 295 Km entre uma cidade e outra, por isso se não tiver tempo suficiente para aproveitar todos os atrativos, defina bem seu roteiro que depois é só lazer.

Pantanal