Chapada dos Veadeiros

  • Geral
  • Atrativos
  • Cachoeiras
  • Esportes
  • Onde se hospedar

O Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros fica no nordeste de Goiás, no bioma do Cerrado. Uma viagem e tanto! E quem visita a Chapada dos Veadeiros sempre tem a mesma sensação: esse lugar tem uma energia especial!

Com mais de 2.000 cachoeiras catalogadas, não faltam atrativos para apreciar e voltar mais de uma vez para esse paraíso. A Aventura aqui vai de leve a moderada e tem para todos os estilos.

Como chegar na Chapada dos Veadeiros

Há uma distância de 220 km de Brasília e a 424 km de Goiânia, você pode chegar até aqui de carro, ônibus ou de avião. Descendo no aeroporto de Brasília você poderá contratar um serviço de transfer até a Chapada dos Veadeiros, ou pegar um ônibus na rodoviária interestadual de Brasília.

Cachoeiras Serra da Bodoquena

Para quem não dispensa cachoeira no roteiro, esse é um passeio que deve ser considerado. Uma trilha exuberante, há 70 km de Bonito, que percorre a mata por entre pássaros e quedas d’água para se refrescar durante todo o passeio. O local possui excelente infraestrutura, com restaurante, vestiários, estacionamento e área de descanso.

Lagoa Misteriosa

De água com uma transparência que não se vê sempre, a Lagoa Misteriosa é perfeita para praticar a flutuação. Com uma profundidade ainda desconhecida, esse lugar encanta desde a chegada, caminhando por uma trilha de 600m até chegar nesse paraíso.

Abismo Anhumas

Para chegar no abismo é preciso percorrer 72 m de rapel, até se deparar com as águas cristalinas, estalactites e estalagmites. Considerada uma das mais belas aventuras do Brasil, no Anhumas você também pode relaxar em uma flutuação nas águas e apreciar as formações rochosas que estão submersas.

Quadriciclo Trilha Boiadeira

Apenas há 2 km da cidade de Bonito, uma aventura para sair um pouco das águas e acelerar por onde já passaram expedições boiadeiras. São 8 km (ida e volta), com duração média de 1h30m de percurso. No caminho, subidas, descidas e buracos que farão a aventura se tornar ainda mais emocionante.

Lobo Guará Bike Tour

No Parque Ecológico do Rio Formoso, você pode aproveitar uma pedalada em meio à natureza, começando pelo centro da cidade. O percurso tem aproximadamente 14 km (ida e volta), com paradas para banho de rio, contemplar a vista dos mirantes e um merecido descanso.

Gruta do Lago Azul

Ideal para quem quer contemplar uma das maiores cavernas inundadas do mundo. Para chegar até a gruta é preciso descer 300 degraus, aproximadamente 150 m de altura. E vale cada degrau, pois no Lago Azul estão formações rochosas de milhares de anos atrás, difíceis de se encontrar em qualquer passeio.

Quadriciclo Rota Zagaia

Zagaia é um dos principais resorts da região, mas é aberto para todos os turistas, mesmo aos não hóspedes. O incrível é sua pista de 3,5 km ideal para se aventurar no quadriciclo. No trajeto, obstáculos naturais e outros não, compõe uma diversão de 40 minutos inesquecíveis.

Gruta de São Mateus e Museu

Próximo à cidade de Bonito, 5 km, está a Gruta de São Mateus, mais uma das belas cavernas da região. Seguindo por uma trilha suspensa e uma bela mata percorre-se 280 m até chegar à gruta. Dentro da caverna há iluminação artificial e você não precisa fazer o caminho de volta para ir embora, aqui a entrada e saída são feitas por lugares diferentes.

Boca da Onça

Um delicioso passeio, muito procurado pelos turistas. A cachoeira boca da onça possui a maior queda d’água de Bonito, com 156 m de altitude. Pelo caminho, trilhas suspensas, um total de 886 degraus e muita natureza exuberante. Aos amantes de rapel, se preparem para 90 m de descida emocionante com vista para grutas e o belo Canyon do Rio Salobra.

Quilombo dos Kalunga

Um local marcado por sua história e cultura descendente dos ex-escravos, abriga as cachoeiras mais espetaculares e procuradas da Chapa dos Veadeiros. O Quilombo fica no município de Cavalcante a 89 km de Alto Paraíso, onde estão as cachoeiras de Santa Bárbara, Capivara, Candaru e o complexo do Rei do Prata

Santa Bárbara é a mais famosa e sem dúvida a mais bela cachoeira de água azul da Chapada dos Veadeiros. No fundo, calcário e pequenos cristais conferem um brilho único ao poço. A trilha é de fácil acesso e garante um visual cinematográfico. Cercada por montanhas belíssimas e muita natureza preservada, o ideal é chegar à cachoeira antes do meio dia, quando o sol bate diretamente na água, causando um reflexo incrível. Após o meio dia, o sol vai sumindo atrás das montanhas, diminuindo um pouco a temperatura. Mas cada hora do dia reserva sua beleza nesse santuário.

A Cachoeira da Capivara exige um pouco mais durante a trilha, mas nada de muito difícil. Como uma cascata, aqui há mais espaço para os banhistas mergulharem ou relaxar com a queda d’água sobre os ombros

Com 70 metros de queda, Candaru é uma cachoeira pouco explorada, pois muitos ficam sabendo apenas das duas principais de Cavalcante (Sta. Bárbara e Capivara). A visita vale muito a pena. São 3 km de caminhada em meio ao cerrado até chegar a esta cascata de beleza indiscutível.

Parque Nacional

O complexo do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, tem como porta de entrada a Vila de São Jorge, a 36 km de Alto Paraíso de Goiás. São quatro trilhas que levam o visitante às cachoeiras do Parque (Travessia das Sete Quedas, Trilha dos Saltos, Carrossel e Corredeiras, Trilha dos Cânions e Cariocas e Trilha da Seriema).

A Travessia das 7 Quedas é a ais longa de todas e está disponível apenas na época da seca (Junho a Outubro). São 23 km de caminhada em que é possível notar diversos cenários do cerrado com campos rupestres, veredas e o cerrado strictu sensos. O passeio pode ser divido em 2 ou 3 dias que tem a trilha toda sinalizada com setas laranjas e um local estratégico com camping com banheiro seco. É interessante contratar um guia local para acompanhar a travessia, que garante mais segurança e a possibilidade de aprender mais sobre a fauna e a flora da região. O fim da trilha fica a 12 km de São Jorge e 24 km de Alto Paraíso, sendo necessário a contratação de um transporte particular para voltar à hospedagem.

Na Trilha dos Saltos é a mais visitada dentro do Parque Nacional e compõe um cenário indiscutivelmente belo. O Percurso de Ida e volta tem o total de 11 km e 12 km se passar pelo Mirante e Carrossel, com duração entre 04 e 06 horas. A primeira para é no Salto de 120m com uma queda d’água de tirar o fôlego. Mais a frente está a queda de 80m, menor que anterior, mas com a mesma grandiosidade de beleza natural e onde pode-se fazer uma pausa para um banho de rio revigorante. Depois de 800 metros de uma subida íngreme chega-se ao Mirante e Carrossel, que ganhou esse nome por ter uma formação natural semelhante à um Parque de diversões. Ao fim dessa trilha está as Corredeiras, uma caminhada pesada, mas que vale muito a pena, além de possuir acesso especial para cadeirantes e pessoas com dificuldade de locomoção.

Os Cânions e a Cachoeira das Cariocas enchem os olhos do visitante com formações geológicas e uma paisagem exuberante. Durante o percurso de aproximadamente 11 km (ida e volta), o visitante aproveita para conhecer os cânions I e II com formosos blocos de pedras e um poço gigante para se banhar. Continuando a trilha o Rio Pedro se divide em duas quedas, formando a cachoeira das Cariocas, com poços de diferentes profundidades e infinitas formas de aproveitar.  

Abismo e Janela

Ao lado do Parque Nacional está a trilha que leva à famosa Janela, de onde é possível avistar a queda de 120m que está dentro do Parque. Durante o percurso de 4km, muita natureza e pedras formadas a milhões de anos, que parecem ter sido colocadas uma a uma. Na metade do caminho, durante o período de chuva (novembro a maio), forma-se o poço do abismo, com uma vista exuberante a perder de vista.

Catarata dos Couros

Um lugar que é preciso visitar. Com um percurso tão rico em beleza essa é uma das poucas cachoeiras que tem entrada gratuita e diversos níveis de dificuldade. Localizada a 50 km de Alto Paraíso, a Catarata fica no sentindo de Brasília e possui área de estacionamento em que é preciso pagar um valor simbólico aos cuidadores de carro. A queda principal fica logo no começo da trilha e tem um poço gigante, maravilhoso para o banho. Continuando a trilha que vai beirando o rio dos Couros, o visitante se depara com diversos poços até chegar a última queda do complexo, que é eleita pela maioria a melhor para se aproveitar. A dica para aproveitar melhor o tempo é começar pelo último poço e ir visitando os demais na volta, assim não corre o perigo de não dar tempo de chegar até o fim do passeio.

Vale da Lua

O atrativo tem esse nome por ter a formação geológica semelhantes às crateras da lua. É um passeio bastante popular e fica na estrada entre Alto Paraíso e São Jorge. A trilha é de fácil acesso e possui restrição de locais para banho, para a segurança do turista. Com um poço de águas cristalinas o banho por aqui é digno de relaxamento instantâneo.

Fazenda Volta da Serra

Também na estrada entre Alto Paraíso e São Jorge, pouco antes do Vale da Lua está a Fazenda Volta da Serra. O lugar é de uma natureza majestosa e possui cachoeiras de fácil a moderado acesso. O poço do Rodeador é o primeiro da trilha e muitos passando direto, mas indicamos visitar. Voltando a trilha principal e caminhando mais alguns quilômetros está o Poço das Esmeraldas, que faz jus ao nome dado. É o ponto de descanso até chegar à mais bela cachoeira da Fazenda, a cachoeira do Cordovil com 44 metros de altitude.

A Fazenda é uma das principais produtoras de mel da região e única que produz café orgânico. No local é possível comprar e degustar as produções locais.

Segredo

A 12 km depois São Jorge, no sentido de Colinas está o maior Segredo da Chapada. Durante a seca são 3,5 km de ida e na chuva são 8 km, quando os rios enchem. De uma fenda de 100 metros de altitude caem às águas sagradas da Chapada que oferecem um banho incrível. Durante toda a trilha, muita natureza, animais silvestres e uma paisagem que se assemelha aos contos de fada.

Cristais

Ideal para uma pausa nas longas caminhadas pelas cachoeiras da Chapada. A 5 km de Alto Paraíso, o diferencial da Cachoeira dos Cristais é sua infraestrutura. Com restaurante, banheiros, tecido acrobático e decks para descanso o atrativo aqui não fica só por conta das cachoeiras. Aos que não tem disposição ou condição de se aventurar em trilhas mais difíceis, aqui é o lugar. O poço da vovó fica a poucos metros da entrada e possui um visual único. Quem está querendo mais uma caminhada, há outros poços descendo a trilha que leva ao Poço da Vovó.

São Bento e Almécegas

São 3 cachoeiras que podem ser visitadas no mesmo dia! A 8km de Alto Paraíso fica a Almécegas I, Almécegas II e São Bento. As trilhas são de fácil acesso e são melhor aproveitadas pela manhã, quando bate mais sol no local.

Loquinhas

A mais próxima da cidade de Alto Paraíso, a apenas 3km de distância do centro está o mais charmoso complexo de poços da Chapada. Com uma trilha suspensa, toda em deck, o passeio é ideal para quem tem dificuldade em fazer trilhas ou busca um dia mais tranquilo. O acesso aos poços é feito por escadas e cada um tem suas belezas e particularidades.

Com seus enormes paredões de pedras, montanhas e cachoeiras, há muita facilidade em praticar diversos esportes por aqui.

Ciclismo

Começando pelo mais tranquilo, dependendo do seu pique, aqui é um lugar maravilhoso de pedalar e ao mesmo tempo aproveitar as belas chapadas. De Alto Paraíso até São Jorge, você pode curtir por 32 km de ciclovia bem sinalizada e asfaltada, com aquela vista de relaxar qualquer mente.

Canionismo

O Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros é abençoado pelos cânions que se formaram há milhões de anos, encantando os amantes do canionismo. Com mais 10 cânions, o local é tido como um dos melhores locais para a prática do esporte.

 Trecking

Aos amantes do trecking, não faltam opções pela Chapada dos Veadeiros. Com caminhadas de 1 dia até 8 dias pelo cerrado, a caminhada tem como cenário as mais belas cachoeiras, montanhas e um céu de tirar o fôlego!

 Rapel

Com tanta cachoeira na região, local para fazer rapel não falta. Para quem nunca praticou o esporte, é possível aprender com instrutores locais, como toda a segurança necessária.

 Tirolesa

Com 850 metro de queda, o Vôo do Gavião permite uma vista incrível, percorrendo a Serra Almécegas até o Morro Mirante, na Fazenda São Bento. Além da tirolesa, você pode aproveitar mais 3 cachoeiras que ficam dentro da fazenda.

Muitos ficam em dúvida: se hospedar em Alto Paraíso ou São Jorge? Para quem gosta da tranquilidade e clima de vilarejo, a vila de São Jorge é uma excelente opção. Com ruas de terra, o local esbanja charme e hospeda o Parque Nacional da Chapada. Pousadas, campings e casa para alugar não faltam na região. Porém a infraestrutura é menor e não possui banco no vilarejo.

Alto Paraíso de Goiás é a principal cidade da Chapada e onde há mais variedade de comércios, pousadas e uma melhor infraestrutura. Quem procura por comodidade, certamente escolhe ficar aqui.

%d blogueiros gostam disto: